HojePR

HOJEPR LOGO
Siga no WhatsApp
Pesquisar

16/07/2024

SAÚDE

Julho Verde – mês de conscientização e combate ao câncer de cabeça e pescoço

Em referência ao Julho Verde, mês dedicado à conscientização e combate ao câncer de cabeça e pescoço, pedimos ajuda aos doutores do Instituto de Oncologia do Paraná, o oncologista Dr. Luciano Biela e a cirurgiã oncológica Dra. Paola A. G. Pedruzzi, sobre a importância de estarmos atentos às causas, sintomas e tratamentos dessa doença, bem como à urgência do diagnóstico precoce.

“Os dados sobre o câncer de cabeça e pescoço no Brasil são alarmantes. Cerca de 76% dos casos são diagnosticados em estágio avançado, o que torna o tratamento mais complexo com redução das taxas de cura e aumento de sequelas relacionadas a doença” afirma a Dra. Paola. Este tipo de câncer afeta áreas como boca, língua, garganta, laringe, esôfago e glândulas salivares, sendo responsável por cerca de 3% de todos os tipos de câncer no país.

Os principais fatores de risco incluem o tabagismo, responsável por 97% dos casos de câncer de laringe, e o consumo excessivo de álcool. “O cigarro e a bebida alcoólica são responsáveis por 70% dos casos dessa neoplasia. A infecção pelo HPV (papiloma vírus humano) também tem contribuído para o aumento na incidência da doença em jovens,” destaca a Dra. Paola. A combinação desses fatores aumenta significativamente o risco de desenvolver câncer de cabeça e pescoço. Importante ressaltar que existem pacientes com câncer de boca por exemplo que não fumam nem bebem, então devemos saber e informar a população que a pessoa que não tem estes hábitos também pode ter câncer de boca, e que na maior parte das vezes não está associado ao vírus HPV. O vírus HPV está mais associado a tumores das amígdalas e outras regiões da faringe.

Os sintomas a serem observados incluem lesões na cavidade oral ou nos lábios que não cicatrizam por mais de 15 dias, manchas vermelhas ou esbranquiçadas na boca, nódulos no pescoço, rouquidão persistente e dificuldades para engolir. “Conhecer e ficar alerta aos sinais e sintomas faz toda a diferença na detecção precoce da doença e, consequentemente, no sucesso do tratamento,” complementa o Dr. Luciano Biela.

A prevenção é a chave para reduzir os riscos. Evitar o consumo de tabaco e álcool, proteger os lábios do sol e usar preservativo na prática do sexo oral são medidas essenciais. Além disso, manter boa higiene bucal e consultar regularmente um dentista pode ajudar na identificação precoce de lesões.

Em 2019, segundo dados do INCA, foram registradas 20.722 mortes por câncer de cabeça e pescoço no Brasil. “O alto índice de mortalidade é, em grande parte, devido ao diagnóstico tardio. Quando a doença é detectada na fase inicial, a taxa de sobrevida pode chegar a 80%,” finaliza Dr. Luciano.

O Instituto de Oncologia do Paraná está comprometido em oferecer tratamentos avançados que incluem cirurgia, radioterapia e quimioterapia, sempre com um enfoque humanizado. Neste Julho Verde, o IOP reforça a importância da conscientização e do diagnóstico precoce. Informação e prevenção são as maiores armas na luta contra o câncer. Cuidar da saúde e estar atento aos sinais do corpo pode salvar vidas.

Sobre o IOP – Instituto de Oncologia do Paraná:

Com quatro sedes estrategicamente localizadas em Curitiba (PR), o IOP (Instituto de Oncologia do Paraná) comemorou em 2023 seus 28 anos de fundação. Hoje a empresa faz parte de uma holding, o Grupo Med4U. Além do IOP, estão no guarda-chuva o IOP Educa, IOP Pesquisa, Mantis Diagnósticos Avançados, ValencisHome Hospice e Oncoville, centro de radioterapia.

Destaques para a parceria com o Hospital São Marcelino Champagnat, desde dezembro de 2021, assim como a parceria com o Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Vale ressaltar que o IOP é a única clínica do sul do Brasil a fazer parte da Rede Einstein de Oncologia e Hematologia, para discussão de casos, troca de conhecimentos e encaminhamento de casos raros e mais complexos quando necessário.

Com 93 médicos no corpo clínico e 184 colaboradores, o IOP oferece os mais avançados tratamentos no câncer, conjugando Medicina de qualidade, tecnologia e humanização. Conta ainda com uma equipe multidisciplinar, incluindo Nutrição, Psicologia, Enfermagem e Farmácia para o enfrentamento positivo da doença. Os tratamentos de ponta ainda são beneficiados com diferenciais como cromoterapia, aromaterapia e musicoterapia. Para agendar sua consulta, acesse nosso site https://iop.com.br/

Mais informações:

https://iop.com.br/

Mateus Leme

Rua Mateus Leme, 2631 B

(41) 3207-9797

Batel

Rua Saldanha Marinho, 1814

(41) 3207-9798

Oncoville

Marginal Rodovia BR-277, 1437

(41) 3099-5800

Hospital São Marcelino Champagnat

Av. Presidente Affonso Camargo, 1399

(41) 3087-7600

Leia outras notícias no HojePR.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *