HojePR

HOJEPR LOGO
Siga no WhatsApp
Pesquisar

16/07/2024

PROGRAME-SE

Orquestra Sinfônica do Paraná comemora 38 anos neste fim de semana

O aniversário de 38 anos da Orquestra Sinfônica do Paraná será comemorado de forma especial neste fim de semana. No sábado e  domingo (27 e 28) a apresentação de celebração terá a execução de uma obra icônica de Beethoven e um coral com 60 integrantes.  A apresentação acontece no palco do auditório Bento Munhoz da Rocha, no Teatro Guaíra. Os ingressos custam, R$ 10 (meia-entrada) e R$ 20 (inteira).

 

“Para este ano, de forma inédita, faremos duas récitas, porque a demanda de público é alta. É uma celebração à nossa Orquestra, que está cada vez mais alinhada com o público, não apenas de Curitiba e região, mas também dos outros municípios do estado, que a acolhem muito bem. Eu tenho certeza que serão apresentações de muito sucesso”, conta o diretor-presidente do Centro Cultural Teatro Guaíra, Cleverson Cavalheiro.

 

No programa, a Sinfonia n°9, de Beethoven, com coro final sobre a “Ode à alegria de Schiller”, em ré menor, Op. 125. Mais conhecida como Nona Sinfonia, ou apenas A Nona, é a última sinfonia completa composta por Ludwig van Beethoven, em 1824.

 

“Nós escolhemos a Nona Sinfonia para comemorar este aniversário, porque ela é uma obra icônica e a Orquestra pode mostrar todo o seu potencial, juntamente com o coro e os solistas. É uma obra monumental, que representa toda a alegria e êxtase do homem, do ser humano”, ressalta o regente titular e diretor musical, maestro Roberto Tibiriçá.

 

Os solistas são a soprano Raquel Paulin, a mezzo-soprano Edinéia Alves de Oliveira, o tenor Enrique Bravo e o baixo Lício Bruno. Além do coro sinfônico de mais de 60 vozes, sob a regência do maestro e preparador vocal Alexandre Mousquer e o pianista Jeferson Ulbrich.

 

História da Orquestra Sinfônica do Paraná

Fundada em 28 de maio de 1985, a Orquestra Sinfônica do Paraná é mantida pelo Governo do Estado. Com sede no Centro Cultural Teatro Guaíra, tem uma intensa agenda de apresentações no teatro e fora dele, se apresentando em outros espaços e em outros municípios, gratuitamente ou com ingressos sempre obedecendo à política pública de preço acessível.

 

Em 38 anos de história, a Orquestra já se apresentou com mais de 50 maestros. Um dos fundadores, e também primeiro maestro titular, foi o compositor Alceo Bocchino. Nascido em Curitiba, ele foi aluno de Villa-Lobos e um dos compositores brasileiros mais relevantes no cenário orquestral no Brasil no final do século 20.

 

No arquivo musical, possui em torno de mil obras catalogadas de compositores paranaenses, brasileiros e internacionais. No currículo, estão grandes óperas como Aida, Tosca, Carmem, A Viúva Alegre e O Barbeiro de Sevilha. Além do repertório clássico, o corpo artístico já acompanhou grandes estrelas nacionais, como Bibi Ferreira, e locais, como a Banda Blindagem.

 

Desde 2012, traz também os filmes-concertos, exibições de filmes mudos com a trilha sonora tocada ao vivo. Exemplo foi o concerto especial de 2015, com projeção de “Metrópolis” (1927), de Fritz Lang.

 

Entre seus aniversários marcantes, a Orquestra Sinfônica do Paraná comemorou o último deles em Londrina, na região Norte, quando fazia turnê pelo estado. E ficou a lembrança boa de duas sessões, gratuitas, com público lotando o Cine Teatro Ouro Verde.

Sobre a celebração deste fim de semana, o maestro Tibiriçá convida: “Acredito que será um lindo concerto. Aguardamos vocês”.

 

Serviço

38 anos da Orquestra Sinfônica do Paraná

Datas: 27 e 28 de maio

Local: Auditório Bento Munhoz da Rocha Neto – Teatro Guaíra (R. XV de Novembro, 971 – Centro, Curitiba)

Horário: 10h30

Duração: aproximadamente 1h30

Classificação: 7 anos

Para mais notícias acesse HojePR.com

(Foto: Maringas Maciel)

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *