HojePR

HOJEPR LOGO
Siga no WhatsApp
Pesquisar

12/07/2024

ECONOMIA

BRDE assina na COP28 pacto da ONU sobre sustentabilidade financeira global

O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) tornou-se signatário oficial dos Princípios da ONU para a Responsabilidade Bancária. Essa é uma estrutura para o setor bancário sustentável desenvolvida por meio de uma colaboração entre bancos de todo o mundo e a Iniciativa Financeira do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (UNEP FI).

 

A assinatura oficial ocorreu neste domingo (3), durante a COP28, em Dubai. O banco é a primeira instituição regional de fomento do Brasil a aderir ao compromisso.

 

O presidente do BRDE, João Paulo Kleinübing, mencionou durante a cerimônia a importância desta adesão. “Estamos orgulhosos em assumir este compromisso na COP28, um palco global para os grandes atores e interesses da humanidade. É mais um passo rumo à descarbonização completa de nossa carteira de crédito e nossa contribuição para liderar este processo no setor público no Brasil”, disse.

 

Os Princípios da ONU garantem que a estratégia e a prática dos bancos estejam alinhadas com a visão que a sociedade estabeleceu para o futuro com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e o Acordo Climático de Paris. Os bancos que assinam os Princípios comprometem-se com a sustentabilidade, trabalhando para integrar e incorporar a visão verde nos negócios.

 

De acordo com os Princípios, os bancos signatários devem identificar e medir o impacto ambiental e social resultante das suas atividades comerciais, além de implementar metas para medir o progresso. Os signatários também assumem um papel de liderança, demonstrando como os produtos, serviços e relacionamentos bancários podem apoiar e acelerar as mudanças necessárias na economia mundial.

 

Com esse movimento, o BRDE se junta à maior comunidade bancária global do mundo focada em finanças sustentáveis, compartilhando as melhores práticas e trabalhando em conjunto em orientações práticas e ferramentas pioneiras que beneficiam todo o setor.

 

“Esse é o reflexo do posicionamento do BRDE como o primeiro Banco Verde do País, com ações internas com redução da emissão de gases do efeito estufa, associações com entidades competentes que mensuram o crédito voltado à sustentabilidade, e aderência de 80% aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável em suas operações”, afirmou o diretor financeiro do BRDE, Wilson Bley Lipski.

 

Além disso, o BRDE tem mantido esforços em diversas frentes de apoio creditício, institucional e financeiro, por intermédio de uma Política de Responsabilidade Social, Ambiental e Climática (ESG). O banco integra a Alianza del Pastizal e a coalizão LIFE de Negócios e Biodiversidade.

 

As linhas de financiamento priorizam o atendimento aos temas ambientais mais relevantes, como energias limpas e renováveis, agricultura de baixo carbono, redução do impacto ambiental das cidades, gestão de resíduos, reciclagem e economia circular.

 

Nas questões sociais, o banco tem consolidado o apoio às organizações de microcrédito e a promoção de repasses para a agricultura familiar, com crédito aos micro e pequenos empreendedores, mulheres empreendedoras e inovação.

 

“O BRDE tem a preocupação em conceder crédito a projetos que cada vez mais tenham propósitos ligados à economia e desenvolvimento sustentável de cidades”, acrescentou o diretor Administrativo do BRDE, João Biral Júnior.

 

Leia outras notícias no HojePR.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *