HojePR

LOGO-HEADER-slogan-675-X-65

25/09/2022



política

Chapa com Hermas é sonho antigo de Requião

 Chapa com Hermas é sonho antigo de Requião

Engana-se quem pensa que uma chapa Requião-Hermas para a disputa ao governo do Paraná é novidade na política local. Ao contrário, ter o ex-conselheiro do Tribunal de Contas como seu candidato a vice é um desejo antigo do petista Roberto Requião.

Essa chapa chegou a ser montada em 2006, quando Requião disputou a reeleição contra o então senador Osmar Dias, candidato do PDT. Hermas era presidente da Assembleia Legislativa e um dos caciques do PSDB. A aliança entro o PMDB e os tucanos chegou a ser formalizada em convenção, mas os planos da dupla foram frustradas pelo então deputado estadual Valdir Rossoni, presidente do partido na época.

Contrário ao acerto com o PMDB, e com compromisso com a candidatura de Osmar Dias, Rossoni recorreu à direção nacional do PSDB para anular a convenção que decidiu pela aliança, com o argumento que uma chapa com Requião inviabilizaria um palanque no Paraná para o candidato tucano à Presidência, Geraldo Alckmin. Diante disso, o então presidente nacional do PSDB, Tasso Jereissati, anulou a aliança do partido com o PMDB.

Os advogados de Hermas até tentaram mudar a decisão, recorrendo ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para garantir a candidatura a vice. Não tiveram sucesso e o resto é história. Extremamente contrariado, Requião teve que disputar a eleição de 2006 com o mesmo vice, Orlando Pessuti, com quem já não mantinha uma boa relação. A vitória sobre Osmar acabou sendo apertada, com uma diferença de pouco mais de 10 mil votos a favor de Requião.

 

Foto: Instagram Roberto Requião

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

×