HojePR

LOGO-HEADER-slogan-675-X-65

07/02/2023



Sem Categoria

Acho que minha empresa vai quebrar

 Acho que minha empresa vai quebrar

Se sua empresa está para quebrar entenda que a culpa é sua sim, não adianta você culpar os funcionários, os impostos, os clientes… essa é a hora de esfriar a cabeça e reverter a situação.

Mas como? Como foi que chegou nesse ponto?

Essas são perguntas que sempre rodeiam a cabeça do empresário que está prestes a quebrar seu negócio.

Durante a pandemia muitas empresas tiveram que baixar suas portas, algumas novas e outras com muito tempo de mercado. Mas, por que isso aconteceu? Foi somente a pandemia? Empresas que tinham controle de suas ações conseguiram diversificar seu negócio e se manter, outras ao contrário só aceleraram o processo de encerramento de suas atividades.

Então uma das primeiras perguntas a serem respondidas num momento de quebra do negócio é “como está a gestão da empresa”?

Com base em quê você toma suas decisões gerenciais?

Você tem um sistema operacional que tenha informações do seu negócio?

Como está sua equipe operacional? Sua empresa tem equipes treinadas e capacitadas para fazer sua empresa funcionar? Pessoas certas nos lugares certos?

O operacional deve ser dado a quem sabe fazer. O empresário deve contratar pessoas para trabalhar para sua empresa, ações de marketing para marketeiros, finanças para financeiros, logística para profissionais de logística e assim por diante.

Um dos grandes problemas é quando o empresário tenta fazer tudo sozinho e com isso não tem tempo para cuidar da estratégia do negócio e por consequência não tem tempo para entender que seu negócio está bem ou não.

Outro grande problema é o descontrole financeiro. O controle das entradas e saídas do dinheiro dá ao empresário informações importantes para gerir suas negociações com clientes e fornecedores.

A falta de um fluxo de caixa, já é um sinal que a empresa pode estar super bem, mas o empresário não sabe o que está acontecendo com o dinheiro da empresa.

É com informações qualificadas e agrupadas por um plano de contas que será possível analisar o que pode ser eliminado como gastos desnecessários e também poderá entender se está tendo lucro ou prejuízo.

Muitas vezes a empresa tem sistema operacional, mas não o usa corretamente. Tem todas as informações no sistema, mas não utiliza essas informações para controlar suas vendas, por exemplo.

Como estão as vendas? Quem são os clientes? Qual o produto que mais é vendido? Como esse produto é vendido e como está sendo entregue para o cliente? Por que o cliente parou de comprar?

Seu comercial tem um processo de vendas? Quais são os indicadores que você utiliza para medir o desempenho do seu comercial e o resultado de suas vendas?

Como você chegou nas metas comerciais? Você validou suas metas às necessidades do seu financeiro? Você conhece o ponto de equilíbrio?

Tudo o que foi vendido foi realmente entregue? Seu cliente está satisfeito?

Tudo o que foi vendido foi devidamente recebido?

Outra pergunta muito interessante: como está o mercado? O que o concorrente está fazendo?

São muitas as perguntas, isso porque são muitos os motivos de uma empresa estar prestes a quebrar.

Uma empresa deve ser administrada de forma sistêmica, ou seja, todas as partes funcionam em função de um todo, tudo está relacionado. O gestor e o empreendedor deve avaliar a empresa como um todo e não apenas uma parte específica, mais ou menos assim: se vendeu, tem que entregar e tem que receber.

Nunca é tarde para reverter uma situação de quebra, mas para que isso seja possível é importante ter o interesse em se manter a empresa funcionando e se ter a cabeça aberta a inovações, controles e melhorias.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *