HojePR

HOJEPR LOGO
Siga no WhatsApp
Pesquisar

15/07/2024

karla küster hojepr

Como fazer para a empresa ter uma vida longa?

empresa

Já vimos muitas empresas de renome fecharem suas portas. Grandes e tradicionais empresas como Hermes Macedo, Arapuã, Mesbla, Mappin, Jumbo, Kodak, já foram fadadas ao fechamento total de seus negócios. Alguns desses nomes podem não ser do seu tempo, mas com uma pesquisa rápida no Google tenho certeza que sua curiosidade poderá ser saciada.

Existem várias receitas para fazer uma empresa durar muitos anos. Muito se fala em planejamento estratégico, mas além de ter uma visão clara de futuro, com um cuidado estratégico, além de ter uma gestão eficaz, capaz de tomar as decisões estratégicas, além de gerenciar recursos de forma eficiente, identificar e resolver problemas e criar um ambiente favorável ao crescimento e à sustentabilidade, a empresa precisa ter um olhar para a inovação.

Empresas duradouras são capazes de se adaptar às mudanças do ambiente de negócios e abraçar a inovação.

Essas empresas estão dispostas a evoluir, experimentar novas ideias, adotar novas tecnologias e se antecipar às demandas dos clientes. A capacidade de se reinventar e se manter atualizada é essencial para sobreviver em um mercado em constante evolução.

É só lembrar da pandemia. Quem se adaptou e investiu em inovação, conseguiu sobreviver, algumas além de vencer, conseguiram crescer frente a adversidade do lockdown.

Mas a adaptação não vale somente para um momento de pandemia. Mesmo antes da pandemia novas empresas surgiram e abalaram muitas empresas fortes e há muito tempo consolidadas no mercado.

Esses novos negócios estavam de olho no cliente, estudando suas necessidades, entendendo seus desejos e assim fizeram novos produtos e serviços para atender a essa demanda.

Muitas dessas empresas não nasceram em território nacional. Algumas são do “Vale do Silício”, Califórnia, Estados Unidos, lugar conhecido por ser um centro de inovação e empreendedorismo no setor de tecnologia do mundo.

A Netflix é uma dessas novas empresas que nasceu antes da pandemia e veio com força total derrubar as locadoras de vídeos e fitas e lançou uma das maiores plataformas de streaming de entretenimento do mundo. Outro exemplo é a Uber, fundada em 2009, veio abalar o mercado consolidado dos Taxistas e se tornou uma das maiores e mais conhecidas empresas de transporte compartilhado do mundo.

No que as antigas empresas pecaram?

Ao se sentir soberana, as empresas deixaram de olhar para o mercado e deixaram de olhar para o seu cliente. Envoltos na mentalidade de que nada poderia abalar seu mercado eles simplesmente não se atualizaram.

Hoje o Uber além de dominar o mercado de transporte e oferecer um transporte bem mais barato que o Taxi, ele também introduziu o serviço de Uber Eats, que permite a entrega de comida por meio de aplicativo.

E não podemos esquecer do IFood. Outra inovação do mercado, essa nascida no Brasil e que através de uma plataforma de entrega de alimentos se tornou uma das principais plataformas de delivery de comida do país.

O iFood oferece aos clientes e usuários a facilidade e a comodidade de pedir comida de uma grande variedade de estabelecimentos, atendendo a todos os gostos e bolsos.

O que concluímos com isso?

Para manter seu negócio por muitos anos precisa:

1. Sempre estar aberto a mudanças;

2. Entender o que seu cliente quer;

3. Investir em pesquisa e desenvolvimento;

4. Cultivar a e incentivar uma cultura de inovação, ouvir seus colaboradores, valorizar suas ideias;

5. Estar atento às novas tendências e tecnologias emergentes;

6. Ser ágil, rápido e flexível frente às mudanças do mercado, mesmo que isso implique em mudar totalmente a estratégia do negócio.

Dessa forma as empresas podem viver anos com crescimento e sucesso a longo prazo.

Leia outras colunas da Karla Küster aqui.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *