HojePR

HOJEPR LOGO
Siga no WhatsApp
Pesquisar

16/07/2024

NEGÓCIOS

Como alcançar o equilíbrio entre o pessoal e profissional?

De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), estima-se que todos os anos, cerca de 12 bilhões de dias de trabalho são perdidos por transtornos como depressão e ansiedade associados à ocupação. Cada vez mais, o work-life balance – termo em inglês que se refere ao equilíbrio entre a vida pessoal e profissional – é almejado pelos funcionários.

Um estudo do PageGroup, divulgado no ano passado, apontou que oito em cada 10 brasileiros consideram a saúde mental e conciliar a rotina pessoal e o trabalho essenciais. Dados recentes do Relatório Mundial sobre a Felicidade no Trabalho, um levantamento realizado pela Happyforce em colaboração com a World Happiness Foundation, apontam que a felicidade no ambiente corporativo está diretamente ligada à harmonia entre esses dois lados. Para 63% dos entrevistados, alinhar propósitos pessoais com objetivos corporativos é imprescindível.

E foi buscando esse equilíbrio que em 2014, o publicitário Rick Garcia fundou a agência MAVERICK 360 – já naquela época, em modelo 100% remoto. 10 anos depois, a empresa conta com profissionais espalhados pelo Brasil e pelo mundo. “Acredito que as empresas têm um importante papel na busca pelo equilíbrio. Oferecer políticas mais flexíveis, como home office, por exemplo, contribui para uma rotina menos desgastante. Incentivar um ambiente que valorize a harmonia e alinhá-lo à cultura organizacional da companhia também é importante. É o que fazemos e aplicamos com o nosso time de alta performance e os resultados são muito positivos”, afirma.

O impacto de uma vida mais equilibrada inclui aumento da produtividade, criatividade e redução de faltas devido a problemas de saúde. Já na esfera pessoal, percebe-se um aumento significativo no bem-estar e saúde mental.

“Não é preciso escolher entre a carreira e satisfação pessoal. Se uma área da vida não vai bem, acaba interferindo na outra. Mesmo obtendo bons resultados, dificilmente um colaborador continua motivado a longo prazo se não possui tempo para fazer o que gosta com qualidade. Seja para praticar um hobby ou curtir o tempo com a família e amigos, é preciso ter espaço para a felicidade”, afirma o publicitário.

Leia outras notícias no HojePR.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *