HojePR

HOJEPR LOGO
Siga no WhatsApp
Pesquisar

15/07/2024

EDUCAÇÃO

Curitiba é a cidade do Paraná com o maior índice de alfabetização

curitiba

Curitiba tem a menor taxa de analfabetismo entre os 399 municípios do Paraná. O índice ficou em 1,5% dos residentes com 15 anos ou mais, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em segundo lugar está Quatro Pontes, com 1,6%.

A secretária municipal da Educação, Maria Sílvia Bacila, explica que o resultado é reflexo dos investimentos na área.

“Nos últimos sete anos ampliamos a oferta do ensino em tempo integral e abrimos mais vagas na educação infantil. Além disso, o zelo com o pedagógico e a inovação fazem da educação curitibana uma referência nacional”, comenta Maria Sílvia.

Desde 2017, a rede municipal de ensino avança na ampliação da oferta com educação em tempo integral. Já são 172 entre as 185 escolas com essa opção. Há sete anos, eram 86. A meta é fechar este ano com essa oferta em pelo menos parte das turmas na própria escola ou nas Unidades de Educação integral (UEIs) próximas.

Todos os 232 Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) já oferecem período integral.

A expansão é feita de maneira gradativa e depende da estrutura das unidades e da demanda da comunidade. Atualmente são atendidos 55 mil estudantes em período integral, em turmas da educação infantil e do Ensino Fundamental. Em 2017, eram 42 mil.

No cenário estadual, a proporção da população que sabe ler e escrever aumentou em 383 dos 399 municípios do Paraná entre 2010 e 2022, anos em que foram realizados os levantamentos do IBGE. Os dados mais recentes do estudo comprovam a melhoria do índice em praticamente 96% das cidades, fazendo com que a proporção de analfabetos no Estado alcançasse a mínima histórica, caindo de 6,3% para 4,3% no período.

O índice de analfabetismo do Paraná está abaixo do índice nacional, que é de 7% (queda de 2,6 pontos percentuais em 12 anos). Entre os estados brasileiros, o Paraná ocupa a 6ª colocação. O ranking é liderado por Santa Catarina, que registrou 2,7% de analfabetos entre a população com 15 anos ou mais, seguida pelo Distrito Federal (2,8%) e São Paulo (3,1%).

Distorção idade-série

Outro resultado que coloca Curitiba em posição de destaque no Brasil é a menor taxa de distorção idade-série. Assim como nos dois anos anteriores, Curitiba está no topo do ranking nacional como a capital com menor taxa de distorção idade-série no Ensino Fundamental da rede municipal pública de ensino.

A taxa é o indicador do governo federal que permite acompanhar o percentual de estudantes com idade acima da esperada para o ano em que estão matriculados.

Curitiba fechou com percentual de 2,3%. A segunda colocada, Palmas (Tocantins), registrou 4,2%. A terceira, Cuiabá (Mato Grosso), 5,1%.

Leia outras notícias no HojePR.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *