HojePR

HOJEPR LOGO
Siga no WhatsApp
Pesquisar

16/07/2024

NEGÓCIOS

AMÁZ: condomínio inspirado na Amazônia promete reconexão com a natureza

Inspirado na floresta amazônica e em seus mais de seis milhões de quilômetros quadrados de mata, o AMÁZ está localizado em área nobre de Curitiba (PR), no bairro Bigorrilho. O projeto prevê a utilização de materiais orgânicos, como madeira e revestimento em pedra, iluminação natural e paisagismo exclusivo para oferecer aos moradores ambientes que inspiram uma conexão profunda com a natureza.

Assinado pelo escritório Ricardo Amaral Arquitetos Associados, o projeto arquitetônico segue a tendência da arquitetura biofílica, que une áreas verdes compartilhadas e privativas a estruturas residenciais modernas e tecnológicas. “Optamos por materiais próximos ao que vemos na natureza para trazer aconchego e identificação. Uma verdadeira riqueza natural, com elementos que, apesar de sofisticados, remetem à simplicidade, ao conforto e à tranquilidade, mas também trazem muita personalidade”, afirma Ricardo Amaral, arquiteto sênior do escritório.

Além disso, os recursos visuais que caracterizam o empreendimento foram todos construídos para manter a proposta de inspiração na Amazônia. “Na fachada tons terrosos, um painel metálico recortado em formato de folhas e a utilização de vegetações nativas da floresta amazônica, adaptadas ao clima de Curitiba, são alguns itens que criam essa ambientação”, explica Amaral.

O AMÁZ contará com duas torres de oito andares. Ao todo, serão 45 unidades, com áreas privativas que variam entre 177 m² e 416 m². Os apartamentos também estão disponíveis em plantas tipo garden e duplex. Além de três pisos de garagem, o condomínio terá uma extensa área comum, com um boulevard ao centro das torres, piscinas coberta e externa, salão de festas, área para crianças e pets, horta, pomar, academia, espaço de descontração com fire place e wine bar, entre diversas outras instalações para trazer conforto aos condôminos. O empreendimento é da incorporadora GT Building e tem previsão de entrega para 2026.

Sustentabilidade

Todo o projeto foi pensado para reduzir o consumo de energia. Para isso, foram projetados grandes vãos de ventilação, com portas-janela e janelas amplas, para aumentar a incidência dos raios solares e garantir mais ventilação, resultando em maior conforto térmico e mais luz natural, minimizando o uso de iluminação e ventilação artificiais. Além disso, o empreendimento também prevê coleta e reaproveitamento de águas pluviais e geração de energia solar.

Todo o processo de construção do AMÁZ também será carbono neutro, com foco em gerar o mínimo de emissões possíveis de gás carbono (CO2), e principalmente, com a compensação dessas emissões.

Para isso, a incorporadora paranaense GT Building deve realizar a compra de créditos de carbono que ajudam na conservação da Amazônia, por meio do Projeto REDD + Manoa, no município de Cujubim (RO). O trabalho desenvolvido pela Biofílica Ambipar, compensará 4.500 toneladas de dióxido de carbono referente às emissões do empreendimento. Essa quantidade equivale a mais de 13 hectares de floresta conservada, ou 6.853 árvores adultas, de acordo com a GT Building.

Sobre o Ricardo Amaral Arquitetos Associados

Fundado em 1976, o escritório Ricardo Amaral Arquitetos Associados destaca-se pelo sucesso em obras relevantes no mercado nacional e internacional, ao aliar sua experiência profissional aos mais avançados recursos tecnológicos no desenvolvimento, gerenciamento e fiscalização de projetos e obras. Graças à qualidade na execução a empresa já atuou com projetos urbanísticos, hoteleiros, aeroportuários, industriais, comerciais, residenciais e esportivos. À frente do escritório como arquiteto sênior, Ricardo Amaral tem aproximadamente 21 milhões de metros quadrados projetados, em um portfólio diversificado que traz obras como a requalificação urbana de vários pontos do litoral, a fábrica da Brose do Brasil, o Museu de História Natural, a Sede do Tribunal de Justiça de Maringá, retrofit do Palácio Iguaçu, TRF Porto Alegre, vários projetos para o setor de incorporação, além de projetos de desenvolvimento urbano e imobiliário, entre outros empreendimentos icônicos.

 

Leia outras notícias no HojePR.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *