HojePR

LOGO-HEADER-slogan-675-X-65

19/04/2024

EDUCAÇÃO

Capital

Ano letivo nas escolas municipais de Curitiba começa nesta terça

 Ano letivo nas escolas municipais de Curitiba começa nesta terça

Nesta terça-feira (20), 140 mil crianças e estudantes matriculados na rede municipal de ensino de Curitiba voltam às salas de aulas para o ano letivo de 2024. A segunda-feira (19) foi dia de limpeza, organização e reuniões da Semana de Estudos Pedagógicos nas mais de 400 unidades educacionais.

 

Além do reencontro com as crianças, o primeiro dia do ano letivo de 2024 contará com uma entrega de livros, na Escola Municipal Mirazinha Braga (Bom Retiro). O prefeito Rafael Greca fará a entrega de exemplares da coleção Cadernos de Alfabetização e Letramento e Álbum do Alfabeto, além de diversos livros de literatura infanto-juvenil. Os materiais integram o Referencial de Alfabetização da rede municipal de ensino.

 

A secretária municipal da Educação, Maria Sílvia Bacila, destacou que todas as unidades já receberam o Referencial de Alfabetização da rede municipal de ensino, entregue neste início de ano, e lembrou que a Prefeitura está ampliando a oferta do integral. Até o fim deste ano, todas as unidades terão pelo menos uma turma com tempo integral.

 

“Material preparado cuidadosamente pelas nossas equipes, o referencial é um documento orientador da prática pedagógica nas turmas de alfabetização e detalha os processos de alfabetização na rede, desde a organização das atividades de rotina da sala de aula até as relações de ensino-aprendizagem”, explicou Maria Sílvia.

 

A Escola Municipal Itacelina Bittencourt, na Vila Guaíra, está pronta para receber seus 350 estudantes matriculados no Ensino Fundamental. “Nossa escola atende no integral e ficamos muito felizes por recomeçar as aulas”, disse a diretora Viviane Ribas.

 

A professora Juliana Veiga integra a equipe da escola há 18 anos.

 

“Estamos prontos, com material preparado, já recebemos os livros. Apesar disso, a gente sempre fica com um frio na barriga”, contou a professora.

 

Infraestrutura

Além das ações pedagógicas, os preparativos para receber crianças e estudantes incluem o zelo com a infraestrutura. Cem escolas e Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) receberam, no início do ano, algum tipo de intervenção da Coordenadoria de Obras e Projetos da Secretaria Municipal da Educação.

 

As ações incluíram serviços de pintura, em pisos, telhados, banheiros, gradis, muros, caixas d´água, refeitórios, adaptações de espaços para as turmas do integral, instalação de trocadores.

 

O muro da Escola Municipal Pilarzinho, no bairro de mesmo nome, é um dos que está com obras em andamento. O muro ruiu recentemente devido às chuvas e está sendo instalado gradil.

 

No ano passado, foram executadas cerca de 600 ações da Coordenadoria de Obras, com valor próximo a R$ 17 milhões investidos nas unidades educacionais das dez regionais e mais de 380 unidades atendidas com serviços de pintura, reformas em telhados, muros, banheiros e pisos, entre outros.

 

Leia outras notícias no HojePR.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *