HojePR

LOGO-HEADER-slogan-675-X-65

03/12/2022



Sem Categoria

Coritiba domina mas perde o Atletiba após decisão polêmica do árbitro

 Coritiba domina mas perde o Atletiba após decisão polêmica do árbitro

Uma polêmica decisão, para não dizer equivocada, do árbitro Luiz Flavio de Oliveira decidiu o Atletiba deste domingo (19), válido pela 13ª rodada do Brasileirão. Superior durante todo o jogo, o Coritiba perdeu o clássico após o árbitro, após consultar o VAR, marcar um pênalti para o Atlético aos 54 minutos do segundo tempo. Dois minutos depois, em lance idêntico na área rubro-negra, ao invés de marcar pênalti sobre Léo Gamalho, Oliveira preferiu encerrar o jogo sem consultar o VAR.

Com esse resultado, O Coritiba terminou a rodada na décima quarta colocação, com 15 pontos conquistados. Já o Atlético permanece no G4, com 21 pontos. O Alviverde ganha a semana para trabalhar e pensar no Internacional, na próxima sexta-feira, pelo Brasileirão.

O Coritiba começou muito bem a partida. Aos 4’, Igor Paixão aproveitou a cobrança de escanteio para subir alto e cabecear, a bola passou por cima do gol athleticano. Com 15 minutos do primeiro tempo, Adrián Martínez recebeu passe de Matías Galarza, e chutou em direção a rede, o goleiro athleticano defendeu.

O Coxa jogava com velocidade, aos 19’, Igor Paixão passou por dois marcadores e cruzou para Thonny Anderson, o meia chutou forte, mas a investida foi por cima do travessão. Aos 32 minutos, Igor Paixão dominou e se livrou da marcação. Na jogada, o camisa 98 tocou para Alef Manga, que finalizou por cima da meta adversária.

Aos 36’, Alef Manga balançou as redes, mas o árbitro sinalizou impedimento no lance.

No segundo tempo o Coritiba voltou ainda mais intenso. Com 5 minutos, Luciano Castan subiu para cabecear o cruzamento na área, o goleiro adversário defendeu. Na sobra, o argentino Adrián Martínez, bateu forte, mas no reflexo o goleiro defendeu mais uma vez. Na jogada seguinte, Thonny Anderson chutou com perigo, a bola desviou e foi pra fora.

O Coxa chegou novamente, aos 29’, Galarza tocou bola para Alef Manga, o camisa 11 cruzou na área para Igor Paixão, na finalização, o camisa 98 passou por cima do travessão. No último minuto de acréscimo, em lance polêmico, o árbitro da partida, foi chamado pelo VAR e assinalou pênalti para o Athletico. No minuto seguinte, Léo Gamalhou chegou na área, mas antes de finalizar foi derrubado pelo zagueiro do Athletico, o árbitro optou por finalizar a partida sem revisar o lance.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×