HojePR

LOGO-HEADER-slogan-675-X-65

19/04/2024

NEGÓCIOS

Sem Categoria

Curitiba cria novo centro de atendimento à população de rua

 Curitiba cria novo centro de atendimento à população de rua

A prefeitura de Curitiba, em parceria com a Secretaria Estadual de Justiça e Cidadania, criou o Centro Intersetorial de Atendimento à População em Situação de Rua. “É um avanço significativo e com a Casa de Passagem, e um marco no compromisso social, oferecendo uma ampla gama de serviços essenciais, desde assistência social e saúde até alimentação, oficinas socioeducativas e cursos de capacitação”, disse o secretário Santin Roveda.

 

O diferencial da iniciativa, segundo Santin Roveda, é a implantação de um posto de atendimento do Cartório e do Instituto de Identificação previsto para março. “É o reconhecimento da importância da documentação civil na reafirmação da cidadania e na facilitação do acesso a direitos e serviços essenciais”.

 

Cidadania

Santin Roveda destaca ainda que a Secretaria da Justiça e Cidadania coordena o programa Cuida Paraná que introduz a educação profissional no cuidado das pessoas e ao mesmo tempo oferece oportunidades de emprego, tanto para as pessoas em situação de rua e migrantes.

 

“A integração de serviços para facilitar o acesso à documentação com a instalação de um posto de identificação e um cartório é um modelo exemplar de cuidado e inclusão social, um compromisso tanto da prefeitura de Curitiba quanto da Secretaria da Justiça e Cidadania com o bem-estar e a reintegração social da população vulnerável”, disse Santin Roveda.

 

Para o secretário Santin Roveda, a promoção do acesso a serviços básicos, oportunidades educacionais e de emprego, e a implementação de serviços de documentação no centro de atendimento e na casa de passagem traz nova abordagem à população de rua. “Essas ações são verdadeiramente compreensivas e humanitárias em direção à construção de uma sociedade mais inclusiva e justa”.

 

“Este empreendimento não apenas aborda as necessidades imediatas daqueles em situação de vulnerabilidade, mas também lança as bases para sua dignidade e autossuficiência a longo prazo”, completa.

 

Leia outras notícias no HojePR.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *