HojePR

HOJEPR LOGO
Siga no WhatsApp
Pesquisar

24/07/2024

NEGÓCIOS

Depressão e ansiedade custam 12 bilhões de dias de trabalho anualmente, revela OMS

Segundo o relatório “Diretrizes sobre Saúde Mental no Trabalho”, publicado em setembro de 2022 pela Organização Mundial da Saúde (OMS), a depressão e a ansiedade causam uma perda estimada de 12 bilhões de dias de trabalho por ano, resultando em um custo global de quase 1 trilhão de dólares para a economia. Já, segundo dados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), em 2022, foram registrados 209.124 mil casos de afastamentos do trabalho devido a transtornos mentais, incluindo depressão, distúrbios emocionais e Alzheimer, enquanto em 2021 esse número foi de 200.244 afastamentos. Esses dados reforçam a urgência de empresas e sociedade civil debaterem sobre a importância do equilíbrio emocional.

 

Para a coach, palestrante e diretora da Febracis Paraná, Daniella Kirsten, é fundamental que as empresas priorizarem a saúde emocional de seus colaboradores, uma vez que diante do panorama atual, o equilíbrio emocional se torna algo indispensável para a motivação, o engajamento e a produtividade dos colaboradores dentro das organizações. “É essencial que as empresas reconheçam a necessidade de investir em programas de conscientização emocional e em estratégias que promovam o equilíbrio emocional dos colaboradores. Palestras, workshops e outras atividades que estimulem o autoconhecimento, a inteligência emocional e o gerenciamento do estresse são fundamentais para superar os desafios emocionais no ambiente de trabalho”, explica.

 

Promover o equilíbrio emocional dos colaboradores não é apenas uma responsabilidade das empresas, mas também um requisito fundamental para construir um ambiente de trabalho saudável, sustentável e de sucesso. “Para alcançar um ambiente de trabalho verdadeiramente saudável, é essencial que haja um comprometimento genuíno da liderança e uma cultura organizacional que valorize o equilíbrio emocional. Além disso, é importante disponibilizar recursos e profissionais especializados que possam oferecer apoio aos colaboradores que enfrentam dificuldades emocionais dentro e fora do ambiente de trabalho”, conta Daniella.

 

Como promover o equilíbrio emocional

Daniella sugere a utilização do Mapa de Autoavaliação Sistêmico (MAAS) como uma ferramenta para fazer uma análise abrangente da saúde mental. O MAAS – parte do Método CIS, desenvolvido pela Febrasis e baseado no Coaching Integral Sistêmico – é uma ferramenta que permite a auto avaliação em diferentes áreas, atribuindo uma pontuação de 1 a 10, em tópicos como:

– Qualidade de vida: hobbies, diversões, plenitude/felicidade e espiritualidade;

– Pessoal: saúde, disposição, desenvolvimento intelectual e equilíbrio emocional;

– Profissional: contribuição social, recursos financeiros e realização/propósito;

– Relacionamentos: vida social, relacionamento amoroso e família.

 

Observando esses pontos, muitas pessoas percebem o quanto estão desconectadas de suas tarefas diárias e de suas reais motivações, passando a ter a oportunidade de reavaliar questões fundamentais para suas rotinas. “As empresas muitas vezes negligenciam a importância das pessoas como seus principais ativos e isso pode gerar inúmeras frustrações. As pessoas também podem se sentir perdidas, sem um propósito de vida claro. Por meio do Método CIS e do Mapa de Autoavaliação Sistêmico, as pessoas têm a oportunidade de ganhar clareza sobre seu estado atual, estabelecer objetivos de forma mais segura e identificar suas potencialidades. É uma abordagem que visa promover a autorreflexão e o autodesenvolvimento, proporcionando uma base sólida para o crescimento pessoal e profissional”, explica Daniella.

 

Daniella também alerta que a promoção do equilíbrio emocional entre os colaboradores é uma questão que vai além de trazer benefícios para as empresas, sendo primordialmente uma responsabilidade social. “Ao cuidar da saúde mental dos colaboradores, as empresas contribuem para a construção de um ambiente de trabalho mais saudável, produtivo e sustentável. Isso se reflete na vida de toda a sociedade, que passa a ter mais consciência sobre a importância do equilíbrio emocional em todas as áreas da vida”, finaliza.

 

Daniella Kirsten é diretora e sócia franqueada das unidades da Febracis Paraná, sediadas em Curitiba, além de Mentora, Coach e Palestrante. Sua atuação no estado já impactou mais de 15 mil pessoas por meio do Coaching Integral Sistêmico. A Febracis está presente em 42 franquias espalhadas pelo Brasil e quatro unidades internacionais. Para ter acesso aos cursos e entender mais sobre a metodologia CIS, acesse o Instagram: @febraciscuritiba.

 

Leia outras notícias no HojePR.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *