HojePR

LOGO-HEADER-slogan-675-X-65

28/01/2023



Sem Categoria

Padre usa caso de Renato Freitas para discutir ódio e extrema-direita

 Padre usa caso de Renato Freitas para discutir ódio e extrema-direita

Durante a missa do último domingo (20), na Igreja de Santo Agostinho, o padre Volnei Carlos de Campos, aproveitou que falava sobre a lição de Jesus de amor aos inimigos, para esclarecer o caso do vereador Renato Freitas na Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos. Padre desde 2016 nessa igreja, o pároco reforçou que não houve invasão e nem profanação do templo, por isto alertou as dezenas de fieis que não acreditem em fake news.

Em sua prelazia, afirmou que não teve profanação, nenhum desrespeito para com símbolos sagrados e nem aos fiéis que ali estavam. Em seu discurso, destacou que não tinha missa no horário, não houve profanação como alegado e disseminado e a manifestação foi pacífica. O padre disse que o ato foi no local ideal, por se tratar da Igreja que todos os anos recebe as manifestações ecumênicas alusivas ao Dia da Consciência Negra.

Apesar de defender o ato, o padre afirmou que os manifestantes erraram em não terem combinado o ato com o padre da Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos e feito a manifestação de maneira partidária. No entanto, frisou que é preciso aprender, como Jesus, a perdoar. E educar com o perdão.

O padre usou o caso do vereador para defender que as pessoas devem parar de se odiar e também acreditar em falsas verdades, ao invés de buscar a verdade dos fatos. O padre alertou aos fiéis que não se deixem enganar para propaganda da extrema-direita, classificada por ele como criadora de fake news. Ele aconselhou que as pessoas rezem mais e sigam as palavras do Evangelho.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *