HojePR

LOGO-HEADER-slogan-675-X-65

22/02/2024

ARTE

Sem Categoria

Pragmáticas evocações na madrugada

 Pragmáticas evocações na madrugada

A escolha de Liliana Cabral, da Artestil Galeria de Arte, destaca a obra “Pragmáticas evocações na madrugada”, técnica mista sobre tela, do artista Fernando Velloso.

 

Renomado artista paranaense, Fernando Velloso tem hoje 93 anos de idade (mais de sete décadas dedicadas à arte) e continua ativo em sua expressão artística. Desde a juventude, Velloso demonstrou uma profunda afinidade com o desenho, matriculando-se na primeira turma de pintura da Escola de Música e Belas Artes do Paraná, em 1948, onde teve aulas com o artista italiano Guido Viaro.

 

Graduou-se também em Direito na Universidade Federal do Paraná, em 1955. Buscando aprimorar-se em Paris, estudou na academia do renomado artista cubista André Lhote. Influenciado pelo Expressionismo e Pós-Cubismo, Velloso se encantou pela matéria e cor, características da Abstração, tornando-as marcas principais de suas obras, que evoluíram na década de 1980: Velloso passou da reprodução da textura, criada até então pelo excesso de tinta, para o uso da renda, por exemplo.

 

A contribuição de Fernando Velloso para a arte paranaense transcende sua obra. Ele participou ativamente de comissões organizadoras em salões de arte e mostras coletivas, foi um dos protagonistas do Movimento de Renovação, destacou-se com o Salão dos Pré-Julgados, originado do 14° Salão Paranaense, em 1957. Após seu retorno da França em 1961, foi gestor em órgãos culturais do Estado e município, sendo notável sua participação na criação e coordenação do Museu de Arte Contemporânea do Paraná (MAC).

 

Velloso, para além de suas obras, construiu um legado inestimável na arte e na cultura do Paraná, influenciando gerações e contribuindo para o cenário artístico e cultural.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *