HojePR

LOGO-HEADER-slogan-675-X-65

04/06/2023



Sem Categoria

Qual pesquisa será a grande vencedora?

 Qual pesquisa será a grande vencedora?

Faltando apenas 14 dias para a eleição a diferença entre os resultados das pesquisas de cada instituto é tão grande que alguns vão precisar rever suas metodologias.

É pouco provável que as próximas divulgações possam trazer mudanças que aproximem os números apresentados até agora.

Vamos precisar esperar a apuração do resultado da eleição pelo TSE, no dia 2 de outubro, para saber qual instituto conseguiu se aproximar mais do número oficial.

Na última quinta-feira (15) duas pesquisas divulgadas chamaram muito a atenção pela grande diferença de resultados.

Enquanto na pesquisa Brasmarket, divulgada pela REDE TV, o presidente Bolsonaro está em primeiro com 43,5% e Lula em segundo com 30,5%, 13 pontos percentuais a favor do atual presidente, na pesquisa do DataFolha, divulgada pela TV GLOBO, Lula lidera com 45% e o Bolsonaro é o segundo com 33%, a diferença é de 12 pontos percentuais a favor de Lula.

É uma diferença que acende uma antiga discussão sobre as metodologias usadas pelos institutos de pesquisa para realizar seus levantamentos, que acabam trazendo mais dúvidas do que certezas para os eleitores que desejam acompanhar as mudanças no cenário eleitoral em que a campanha está se desenrolando.

Diferente de todas as eleições presidenciais, desde a volta das eleições diretas, a eleição de 2022 está contando com um número grande de institutos e a periodicidade dos levantamentos lança semanalmente tantos resultados que está difícil, até para os especialistas, acompanhar tudo para fazer suas análises.

A alternativa para análise do comportamento do eleitor, ao longo da campanha, tem sido comparar, isoladamente, os resultados de cada instituto, traçando uma série histórica para fazer as projeções necessárias.

 

Abaixo matéria da divulgação da pesquisa Brasmarket em 15/9

“Pesquisa mostra Bolsonaro com 13 pontos percentuais à frente de Lula”

Levantamento da Brasmarket foi divulgado nesta quinta-feira (15)

(RedeTV!)

O presidente e candidato à reeleição, Jair Bolsonaro (PL), está 13 pontos percentuais à frente de Lula (PT), segundo a nova pesquisa da Brasmarket, divulgada nesta quinta-feira (15).

Levando em consideração o cenário estimulado (quando os nomes dos candidatos são apresentados), Bolsonaro aparece em primeiro lugar com 43,5% das intenções de voto, seguido por Lula, que tem 30,5%, Ciro Gomes (PDT), com 7,6%, e Simone Tebet, com 4,6%. Nulos e brancos representam 6,8%, e indecisos, 5,3%. Os demais candidatos à Presidência não pontuaram mais que 0,8%.

A pesquisa da Brasmarket foi encomendada pela Associação de Supermercados do Rio de Janeiro e realizada entre os dias 10 e 14 de setembro deste ano. Ao todo, foram entrevistadas 2.400 pessoas em 504 cidades de todo o Brasil.

A margem de erro do estudo é de dois pontos percentuais e está registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-01527/2022.

 

Abaixo matéria da divulgação da pesquisa DataFolha em 16/9

Datafolha: Lula tem 45% das intenções de voto e Bolsonaro 33%

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera a pesquisa Datafolha para o Palácio do Planalto divulgada nesta quinta-feira (15), com 45% das intenções de voto. O presidente Jair Bolsonaro (PL) aparece na segunda posição com 33%.

O petista manteve o mesmo número do levantamento anterior, divulgado no dia 9 de setembro, enquanto Bolsonaro oscilou um ponto para baixo. A vantagem agora é de 12 pontos porcentuais.

O chefe do Executivo é seguido pelo ex-governador do Ceará Ciro Gomes (PDT), com 8%, e pela senadora Simone Tebet (MDB-MS), que tem 5%. A senadora Soraya Thronicke (União Brasil-MS) tem 2%. A pesquisa ainda aponta que 4% não irão votar e que 2% não responderam. Os demais candidatos não responderam.

Mais da metade do eleitorado (53%) diz que não votaria em Bolsonaro de jeito nenhum, Lula, segundo colocado neste recorte, é reprovado por 38% dos entrevistados. Ele é seguido por Ciro e Tebet, com 24% e 14% de desaprovação, respectivamente.

A pesquisa é contratada pela Folha de S.Paulo e pela Globo e foi realizada entre 13 e 15 de setembro. Foram entrevistados 5.926 eleitores presencialmente em 300 municípios. O levantamento está registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-04099/2022. A margem de erro é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *