HojePR

LOGO-HEADER-slogan-675-X-65

19/04/2024



Sem Categoria

Quando falta um Projeto de País, sobram falas inconsequentes

 Quando falta um Projeto de País, sobram falas inconsequentes

Qualquer brasileiro desprovido de cegueira ideológica seletiva fica envergonhado e insatisfeito ao ver o Presidente da Nação em contextos como o recentemente envolvendo o Estado de Israel. De forma alguma, a fala proferida pelo chefe de Estado brasileiro deve ser relativizada. Merece, sim, forte reação contrária de todos nós, assim como também enseja algumas reflexões, que procuraremos fazer neste espaço.

 

O foco deste artigo será diferente das inúmeras análises existentes sobre esse tema. Muitos articulistas foram muito felizes em suas opiniões rechaçando a mais recente fala absurda do Presidente e, mais que isso, suas outras inúmeras atitudes de apoio ao autoritarismo de esquerda, suportando com os recursos dos brasileiros algumas ditaduras e se calando sobre outros regimes absurdamente antidemocráticos.

 

Queremos considerar, caro (a) leitor (a), que a Presidência da República precisa ser vista como Instituição, que precisa ser sempre preservada. Este cargo está acima de qualquer pessoa e tem um significado forte dentro do nosso modelo de País. Portanto, qualquer atitude ou fala por quem está nesta função afeta diretamente a “Instituição Presidente” e a nossa Nação. Por isso, quando um Presidente fala, há ali muito mais que palavras.

 

O que temos visto é o uso desta Instituição para a materialização das mais absurdas alucinações ideológicas, sobretudo quando falamos nas relações exteriores, mas também, em muitos casos, nos nossos assuntos domésticos. A pessoalidade tosca sobrepõe os interesses coletivos e faz do nosso Brasil, em muitos casos, um anão. É realmente inaceitável tamanha irresponsabilidade com a representatividade do cargo e com cada um de nós brasileiros, afinal, quem quer que esteja nesta posição, mesmo que seja um pequeno de mente, precisa se vestir pela grandeza do manto institucional da Presidência.

 

Você que me acompanha sabe o quanto tenho defendido que haja um Projeto de País, capaz de nos levar para um forte crescimento e desenvolvimento. E aqui, também neste tema, vale refletirmos o quanto seria edificante a Presidência usar a força de suas palavras para a defesa dos interesses brasileiros, sobretudo dentro de um Projeto de País. Imagine viagens internacionais sendo realizadas para busca de resultados efetivos, em que todos os esforços fossem para que o Brasil saísse maior economicamente e politicamente! Se esses compromissos fossem distante de ideologias vazias ou que nos coloquem numa posição de pária, teríamos conquistas!

 

Os empresários sabem que na gestão de um negócio absolutamente todo esforço precisa ser direcionado para a busca por resultados. Seja o que for, sempre deve haver uma estratégia que beneficie a empresa, diretamente economicamente ou indiretamente pelo fortalecimento da marca, por exemplo. Para isso, as empresas realizam planejamentos estratégicos, planos de ação, mensurações, etc. Imaginamos que o mesmo deveria ocorrer com a administração do nosso País. Seria fundamental vincular ações com resultados e seguir uma bússola robusta em prol do desenvolvimento econômico e social, o que, repetimos, acreditamos ser o Projeto de País.

 

Enquanto seguirmos pelo caminho da pessoalidade e da alucinação ideológica, continuaremos protagonizando absurdos como esse envolvendo o povo judeu. É preciso fazer os Presidentes entenderem que os palcos mundiais são maiores que reuniões de companheiros ou de partido político e, compreender ainda que podem ser toscos e ultrapassados enquanto pessoas físicas, mas que jamais isso deve ser transferido para a Instituição Presidente e, por consequência, para o Estado Brasileiro.

 

O Brasil precisa de um Projeto de País! Até quando vamos aceitar nossa Nação desta forma?

 

Leia outras colunas do Luís Mário Luchetta aqui.

12 Comments

  • Realmente presidente da República reunido para planejar golpe é inaceitável. Realmente precisamos de um projeto de pais sem golpistas.

  • Caro irmao Luchetta, chega a ser piada, brasileiros com tantos problemas em todos os campos (educacao, economia, meio ambiente, segurança, etc …) e nosso Presidente dando palpite em assuntos externos. Pior, palpite com palavras desastrosas. Um horror.
    Temos tido muita paciencia com os inquilinos da Presidência. Parecem que nao entendem a responsabilidade do Cargo e nao se preocupam com o reflexo de suas palavras. Essa postura tem se repetido ha algumas gestoes ja. Chegamos num passado recente, a xingar, maltratar, a China, tomar partido em eleicoes nos EUA. E agora nos envolvendo com uma guerra delicada e que tem debates ha décadas.
    E como ficamos nos? Como estao os impostos no Brasil? A educacao esta no caminho certo? E a Segurança (ja achamos os presidiarios que foram fugidos, foram sim, sozinhos nao conseguiriam).
    Precisamos como Sociedade cobrar uma Gestao de Qualidade na Presidencia. Precisamos endurecer nas cobranças. Nao sermos violentos, mas firmes e diretos nas palavras e cobrancas. TO NESSA!

  • Perfeito Luís Mário, falou-se tanto sobre a liturgia do cargo, nela está incluso dentre muitos requisitos, como vestir-se, como falar e o que falar em nome de uma nação!!
    Esta fala desastrada não representou a maioria dos brasileiros sãos!! A Presidência é uma Instituição e não uma pessoa.
    Para onde estamos caminhando?
    Projeto de País urgente!!

  • Parabéns Luchetta pela sua manifestação sempre pertinente. Chega de discussões de narrativas de todas as matizes ideológicas. Vc esta corretíssimo cadê o nosso Projeto de Pais ?

  • Muito obrigado a todos vocês pelos comentários, incentivos para continuar escrevendo. Abraços

  • Irmão Luchetta, parabéns pelo comentário inteligente e ético. Entendo que a nossa ordem esteja analisando os procedimentos das atitudes do presidente da República!

  • Muito bom esse artigo, como sempre ponderado e equilibrado. A situação do Brasil hoje é complicadíssima, durante a eleição não tinha projeto de governo e agora com o aparelhamento de todas as instituições, principalmente do judiciário esse despreparado faz o que quer e nada acontece.

  • Parabéns pelas palavras. Como sempre, habilmente diz o que tem que ser dito, sem ferir o largo e dilatado ego do nosso líder (?) atual.

  • Alguns de nós deveríamos, sempre que a oportunidade surgisse, tecer comentários sobre os deslizes de nossos dirigentes políticos. Esses comentários não seriam nada mais do que a expressão da anáise consciente dos pronunciamentos impensadamente proferidos. Parabéns Irmão Luchetta. Pronunciamento consciente, verdade inconteste!

  • Projeto do Governo Federal BR (além de fazer fiasco internacional), é prender os oposicionistas e para isso conta com o apoio do Judiciário. Lamentável.

  • Perfeito. Ponderado e com a lucidez que lhe é inata e vem aperfeiçoando, fruto de habilidade e Valor Ético, aliás, muito ausentes em alguns governos e governantes.

  • Excelente comentário, irmão Luchetta. Muito lúcido e apropriado para esse momento em que o discurso de paz e amor se revela uma cascata de ódio e preconceito. É inaceitável que o presidente da nossa nação se manifeste dessa maneira e ainda se recuse a pedir desculpas. Ele coloca o Brasil no nível dos piores regimes políticos do mundo.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *