HojePR

HOJEPR LOGO
Siga no WhatsApp
Pesquisar

15/07/2024

MÚSICA

Show com formação clássica do Sepultura é possível e Max Cavalera já está disposto

estadão

Max Cavalera, ex-integrante e um dos fundadores do Sepultura, indicou que toparia retornar para um último show do grupo. Em entrevista à Blabbermouth publicada no dia 6 de junho, Cavalera afirmou que vai deixar acontecer “naturalmente”.

“Acho que vou deixar as coisas acontecerem do jeito que vão acontecer. Não vou forçar nada, e se chegar um momento em que sentimos que devemos fazer um reencontro, ok, tudo, desde que façamos da maneira adequada”, disse.

Em dezembro, o Sepultura anunciou que faria a última turnê da carreira. No Brasil, as apresentações começaram em março e vão até o dia 8 de setembro, quando acontece o último show da banda, em São Paulo.

Formado nos anos 80 em Belo Horizonte, Max saiu do grupo em 1996 por desavenças entre os membros com a então empresária e mulher do guitarrista, Glória Cavalera. Dez anos depois, o irmão e baterista Igor Cavalera também saiu do grupo. Após a saída, os dois formaram a banda Cavalera Conspiracy.

Na entrevista, Max contou não entender a decisão do fim do Sepultura, hoje liderado pelo guitarrista Andreas Kisser. “Eu não sei se eles foram forçados a fazer isso, ou se é uma decisão mútua de simplesmente parar de tocar porque não se quer mais. (. .) Eu amo o que faço agora com o Igor, com a Cavalera [Conspiracy] e vamos continuar”, acrescentou.

Em entrevista ao podcast Rockast, em março, Kisser não descartou um convite para o retorno dos Cavalera. “Então, é uma possibilidade, estando todo mundo vivo, obviamente, né? Mas não é uma coisa que a gente tá trabalhando agora. Acho que para o derradeiro e último show que a gente quer fazer em São Paulo, seria interessante ter todo mundo.”

Desavenças no fim da banda

Após o anúncio do fim das atividades, o baterista Eloy Casagrande também saiu do Sepultura para integrar o Slipknot, no final de abril. A notícia da saída não foi bem recebida pelo guitarrista Andreas Kisser.

“Ele anunciou que estava indo para o Slipknot, do nada. Ele falou no dia. Lógico que ele falou. Mas não era nossa obrigação anunciar isso, né? A gente não tem nada a ver com a história dele com a banda. Mas foi bem esquisito”, contou ao videocast Xablaw, em maio deste ano.

Para mais notícias acesse HojePR.com

(Foto: Divulgação)

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *