HojePR

LOGO-HEADER-slogan-675-X-65

29/01/2023



política

Tábua da salvação de Alvaro pode ser aliança com a 3ª via

 Tábua da salvação de Alvaro pode ser aliança com a  3ª via

O senador Alvaro Dias (Podemos) sabe que terá que fazer aliança nessa eleição para poder dar sobrevida a sua reeleição e também à legenda. E os acenos de Ciro Gomes (PDT) em busca de aliança colocam luz no fim do túnel. Gomes deve se encontrar com Alvaro após o fim de semana do feriado de Tiradentes.

 

Alvaro tem buscado recuperar o tempo que perdeu dando suporte a campanha do ex-juiz Sergio Moro, hoje no União Brasil. Já teve duas reuniões com o presidente Jair Bolsonaro (PL), argumentando que ele fique neutro na disputa do Senado no Paraná. Também andou falando com Luciano Bivar, presidente nacional do União Brasil, sem contar com parte do MDB nacional.

 

Dias quer uma aliança que fortaleça a sua candidatura e o ajude a neutralizar o governador Ratinho Junior (PSD) e Jair Bolsonaro. Até o momento, tem recebido apertos de mãos e sinceros tapas nas costas. Não há nada de concreto, não há nada de claro nesse jogo.

 

O senador corre contra o tempo. As articulações que vão formar as chapas encerram em agosto. Antes tem o prazo de formação das federações partidárias, que finaliza em maio, mesma data em que os grandes partidos, União Brasil, PSDB, MDB e Cidadania, lançarão um nome único para a 3ª via.

 

Se quer ter peso nessa eleição, Alvaro Dias precisa correr e tentar compor com esses partidos, podendo assim intervir na escolha do candidato ao Senado. Ainda há muita incerteza na 3ª via. Mas, no momento, essa pode ser a saída mais provável que o senador poderá tomar. Afinal, o blefe de se lançar como candidato ao governo de Estado, como forma de pressionar Ratinho Junior, já demonstrou que não surtiu efeito.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *