HojePR

LOGO-HEADER-slogan-675-X-65
Siga no WhatsApp

23/06/2024

FUTEBOL INGLÊS

Veja os lances em que Paquetá teria forçado cartão para beneficiar apostas e que pode bani-lo do futebol por 10 anos

paqueta WEST HAM apostas hojepr

Da Redação

O jogador Lucas Paquetá deve responder por quatro acusações de manipulação de eventos em partidas que teriam envolvimento com o mercado de apostas. As acusações podem banir o atleta do futebol por até dez anos. Essas informações foram publicadas pelo jornalista Adam Shergold, no site do jornal inglês Daily Mail, nesta sexta-feira (24).

A Football Association (FA) – federação inglesa – acusa o meia brasileiro de ter levado cartão amarelo de forma proposital para influenciar que “uma ou mais pessoas lucrassem com apostas”.

Paquetá teria agido de forma indevida em quatro partidas. São os duelos contra contra Leicester (2022), Aston Villa (2023), Leeds (2023) e Bournemouth (2023), todos válidos pela Premier League (Campeonato Inglês). Todas as partidas teriam sido realizadas entre novembro de 2022 e agosto de 2023.

City teria desistido de comprar Paquetá

Paquetá nega veementemente qualquer irregularidade, mas se for considerado culpado, a suspensão resultante poderá destruir sua carreira. Uma proposta de mudança de verão de 80 milhões de libras (R$ 526 milhões na cotação atual) para o Manchester City já fracassou.

Federação Inglesa alertada

A FA foi alertada depois de ser avisada por oficiais de integridade que detectaram uma quantidade incomum de atividades de apostas.

“Alega-se que ele procurou influenciar diretamente o progresso, a conduta ou qualquer outro aspecto ou ocorrência nesses jogos, procurando intencionalmente receber um cartão do árbitro com o propósito indevido de afetar o mercado de apostas para que um ou mais pessoas lucrando com as apostas”, afirmou a FA em comunicado.

O julgamento do caso Paquetá

O caso de Paquetá será ouvido por uma comissão independente e ele poderá ser banido se for considerado culpado.

Paquetá tem até 3 de junho para responder formalmente às acusações, com uma audiência disciplinar prevista para ocorrer até setembro deste ano.

O jogador

Paquetá cooperou com a FA desde o início da investigação em agosto de 2023, entregando seu telefone e sendo entrevistado em diversas ocasiões, mas atacou o órgão dirigente após ser acusado nessa quinta-feira (23).

Foto: Reprodução site oficial West Ham

Leia outras notícias no HojePR.

 

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *