HojePR

LOGO-HEADER-slogan-675-X-65

08/02/2023



Capital

Aulas estão de volta. Aumenta número de carros nas ruas

Movimento de veículos cresce 20%. Melhor sair cedo de casa

 Aulas estão de volta. Aumenta número de carros nas ruas

IPVA – Av.Visconde de Guarapuava – Curitiba, 18/02/2020 – Foto: José Fernando Ogura/AEN

Melhor sair mais cedo de casa

O retorno às aulas pode impactar em até 20% a mais no movimento de veículos em horários concentrados de entrada e saída dos estabelecimentos de ensino fundamental, médio e superior. A estimativa é da Superintendência de Trânsito (Setran). Esse cenário vem acompanhado de reclamações de desrespeito de parte dos motoristas às regras de trânsito nas proximidades de creches, escolas e universidades, como situações de excesso de velocidade e parada em locais proibidos.
Para aumentar a segurança viária, são necessários cuidados redobrados. A Escola Pública de Trânsito (EPTran) destaca que os condutores têm que ter em mente que os pedestres, sejam eles adultos ou crianças, têm preferência.
Por isso, o respeito ao limite de velocidade de 30 km/h na proximidade das escolas e a atenção redobrada para a travessia das crianças são essenciais para evitar acidentes. As faixas de pedestres também devem ser priorizadas ao atravessar a rua, para garantir a segurança dos pequenos.

Evite abusos
Outra preocupação é com as paradas irregulares em filas duplas ou até triplas, complicando o tráfego nestes locais. Para o diretor da EPTran, Claudionor Agibert, a maioria dessas situações é conseqüência direta da pressa dos condutores para buscar e deixar os filhos na escola.
“Os pais devem sair com mais antecedência de casa, de maneira que eles possam estacionar o veículo próximo da escola, descer e deixar a criança com calma”, explica ele.
Caso não seja possível estacionar, a EPTran orienta que o motorista deve procurar um local adequado para deixar o carro, mesmo que tenha que andar uma pequena distância. Essa atitude reduz o movimento de veículos nas portas das escolas, e consequentemente, diminui os riscos.
A EPTran aponta que os motoristas que não têm filhos também podem colaborar e não comprometer a fluidez viária. “Se o condutor costuma passar em frente de uma escola no trajeto diário, ele pode tentar adotar caminhos alternativos”, argumenta Agibert.
Fiscalização das condutas
Agentes de trânsito e guardas municipais fazem fiscalizações de trânsito de forma rotineira em toda a cidade. Ações mais intensas, em pontos específicos, podem ser desenvolvidas nos locais apontados pela população pela Central 156.
Instituições de ensino também podem fazer a solicitação da Operação Escola à Setran. Conforme decreto municipal 1.172/2014, as escolas autorizadas pelo setor de Engenharia da Setran a ter a Operação Escola devem designar funcionários para treinamento e atuação como monitor nos horários escolares.
Os treinamentos são realizados após a autorização de funcionamento da operação. Confira mais informações aqui.

Fonte: Prefeitura Municipal de Curitiba

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *